Skip to content

Conheça os seus direitos no Saque Imediato do PIS!





São inúmeros os brasileiros que aguardam ansiosamente o saque imediato PIS. O programa criado através da Lei Complementar n° 7/1970 busca a integração do colaborador e as empresas do setor privado. A tabela saque PIS é feita pela Caixa Econômica Federal​ e divulgada anualmente para todos os trabalhadores com carteira assinada.

Neste caso, todo trabalhador que exerceu alguma função com carteira assinada por pelo menos trinta dias no ano base, que é 2018, e obteve remuneração de no máximo dois salários mínimos por mês, tem o direito ao saque do abono salarial e deve ficar atento no calendário saque imediato PIS!

Além disso, o trabalhador também necessita estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e ter todos os seus dados atualizados pelo empregador no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

É importante lembrar que o valor do saque do PIS é equivalente ao número de meses trabalhados, e varia entre R$ 84,00 e R$ 1045,00 de acordo com o salário mínimo.




Ainda está com dúvidas sobre consulta saque imediato PIS? Então continue acompanhando esse artigo para descobrir ainda mais sobre esse benefício e não perder o seu!

Como funciona o Saque Imediato do PIS?

saque imediato PIS
Conheça os seus direitos no Saque Imediato do PIS!

De acordo com a Caixa Econômica, são aproximadamente 10,4 milhões de trabalhadores que possuem direito ao saque imediato do PIS em todo o país. A liberação destes recursos será capaz de movimentar a economia com a entrada de R$ 18,3 bilhões, conforme as estimativas do banco estatal. Para os colaboradores das empresas privadas, o saque imediato do PIS/PASEP poderá ser realizado nas casas lotéricas, representantes Caixa Aqui ou ainda nos caixas eletrônicos das agências da Caixa, mediante o uso do Cartão Cidadão e a sua respectiva senha.




Para quem ainda não possui o Cartão Cidadão será possível sacar diretamente no balcão de atendimento. Basta apresentar um documento e também o seu número NIS. Nos anos de 1971 até 1988, as empresas da iniciativa privada e os órgãos públicos depositavam quantias em dinheiro em um fundo chamado de PIS/PASEP.

Esse depósito era feito em nome de cada funcionário individualmente, assim como dos servidores contratados. Neste caso então, cada trabalhador era dono de uma parcela, ou cota no fundo. Consequentemente, aqueles que trabalharam até quatro de outubro de 1988 como funcionário contratado em uma empresa da iniciativa privada tem uma cota no PIS, assim como quem atuou como servidor público neste mesmo período tem uma cota do PASEP.

Vale ressaltar que esses recursos não estão ligados ao abono salarial do PIS/PASEP, que é pago anualmente para aqueles trabalhadores que recebem o teto de dois salários mínimos mensalmente. Comumente, a oportunidade de tabela saque PIS imediato é bem rara, sendo preciso ficar atento nos veículos de informação para descobrir quando ela é oferecida pelo Estado, como está sendo feita atualmente.

Quem tem direito ao Saque Imediato do PIS?





Conforme informações do governo, aproximadamente R$ 22 bilhões constam ainda no fundo PIS/PASEP, e é este o valor que estará disponível para saque imediato PIS/PASEP. São cerca de onze milhões de brasileiros que ainda não foram retirar seu valor devido. Ainda segundo o Tesouro Nacional, esses valores reajustados podem ser conferidos através dos sites de bancos. Neste caso a consulta saque imediato pelo PIS pode ser realizada de casa.

As cotas são destinadas para aqueles que ainda não sacaram os recursos e para quem trabalhou em regime de carteira assinada entre 1971 e 1988. Neste caso as contas individuais do Fundo irão ser cadastradas sob o FGTS, e consequentemente os saldos estarão permanentemente disponíveis para saques.

Posso sacar em qualquer momento?




A resposta para essa pergunta é bem simples: sim, desde que esteja dentro do prazo estipulado pelo governo. Pois, diferente das contas do FGTS, os saldos provenientes das contas do Fundo PIS-PASEP estão permanentemente disponíveis para saque desde 2019.

Estas contas que foram migradas para o FGTS irão permanecer disponíveis para saque pelo período de 5 anos. Após esse prazo, os saldos que não forem sacados serão recolhidos para o Tesouro Nacional e então será encerrada definitivamente a política do Fundo PIS-PASEP.

PIS

Até quando isto é válido?

Conforme dito anteriormente, o pagamento é válido por até cinco anos. Não há necessariamente um calendário PIS saque imediato 2019, mas para aqueles que são correntistas da Caixa, o crédito foi feito na conta a partir de 19 de agosto de 2019.

Já para quem tem acima de 60 anos o resgate foi a partir de 26 de agosto. Para os demais, o caixa PIS saque imediato pode ser feito a partir de 2 de setembro deste ano.

Qual o valor máximo de saque?

Para os saques de até R$ 3.000, o mesmo pode ser feito através do Cartão Cidadão e senha no serviço de autoatendimento, lotéricas e correspondente Caixa Aqui. Acima desse valor, os saques só poderão ser feitos nas agências da Caixa, mediante apresentação de um documento oficial de identificação com foto.

Para tirar todas as dúvidas sobre o saque imediato FGTS PIS, a caixa disponibilizou a página www.caixa.gov.br/cotasPIS, além do aplicativo Caixa Trabalhador, que está disponível na App Store e na Google Play.

Se você ainda está com dúvidas sobre o calendário saque imediato PIS, confira esse vídeo!

E para não perder nada sobre os seus benefícios ofertados pelo Estado, continue acompanhando o nosso blog! PIS 2020

Por aqui, postamos o que há de melhor para te manter sempre informado dos seus direitos e para que você não perca nunca a tabela saque PIS!