Skip to content

Passei a Madrugada Pensando Nisso…Lucro Real





O Lucro Real é umas das formas de tributo para empresas, a princípio ele por parecer complexo, mas pode ser muito eficiente para os contribuintes.

No Brasil, o regime de tributações é muito amplo. Para as empresas existem diversos modos de enquadramento, que variam de acordo com o setor de atuação, porte e valores arrecadados.

Entre eles se encontra o lucro real, que primeiramente apresenta uma maior complexidade e assusta os empresários. A escolha de uma opção de uma das opções de tributo fica a cargo do Governo, que cria uma série de seleções e regras de classificação.




No entanto, nem todas as instituições se encaixam a essas regras. Para as que não possuem um campo, devem obrigatoriamente optar pelo lucro real, como um contribuinte desse tributo brasileiro.

A maior preocupação dos donos de empresas é com os ônus provocados por esse modo de contribuir, que são maiores que os demais.

Ele possui regras mais amplas e rígidas, mas que com o tempo e conhecimento podem guiar a companhia e deixar as transações mais transparentes.

Desmistifique o Lucro Real e entenda a importância dele para a sua empresa: 

O Que É Lucro Real?

o que é lucro real
Passei a Madrugada Pensando Nisso…Lucro Real

O Lucro Real é uma das formas de tributação para empresas, ele envolve um montante maior de regras e obrigatoriedades.

Todas as companhias que não se enquadram a um regime devem seguir a conduta de suas regulamentações, atualmente a maioria delas segue essa conduta.




A priori os empresários tendem a temer esse tipo de tributo, já que é mais rígido e de um grau de dificuldade maior de entendimento, mas aos olhos profissionais é o mais justo a ser seguido.

A seleção, para a classificação de um tipo tributário, é realizada pelas informações de um CNPJ e de outros tramites realizados dentro de uma instituição, mas não são todas que se classificam.

O Lucro Real envolve o cálculo do IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), para então gerar o valor da contribuição.



Basicamente a tabela impostos Lucro Real utiliza o lucro líquido para cobrar as taxas.

Em certos pontos as alíquotas Lucro Real são vantajosas, já que podem reduzir os valores de impostos, mas as empresas devem seguir seu regime com rigidez. Ele envolve dados e números minuciosos, e demanda atenção.

Quais As Alíquotas Sobre Lucro Real

O Lucro Real pode ser recolhido de maneira trimestral ou em uma única parcela anual. Seu cálculo é realizado com a utilização do lucro líquido de uma empresa, determinado por meio de seu Imposto de Renda.

Existem duas alíquotas de Lucro Real que devem ser seguidas para a realização do cálculo de taxas. O Imposto de Renda Pessoa Jurídica possui a tributação de 15%, sobre sua margem de lucro. Já o CSLL é de apenas 9% de seu valor líquido.

As empresas podem realizar uma previa desse valor com o uso do demonstrativo de resultado de exercício, o DRE. Esse é parte do gerenciamento finan. de toda e qualquer instituição e auxilia no processo.

Ainda pode existir um valor adicional, que é calculado na receita bruta. Esse é de 10%, mas é valido apenas para as que lucram mais de 20.000 reais mensais ou 60.000 reais trimestrais. Assim que a margem de lucro ultrapassa esse valor, os 10% são computados.

Quais Empresas São Obrigadas A Ter Este Regime

Existem algumas regras para que as empresas optem pelo seguimento do Lucro Real, já outras são enquadradas em caráter obrigatório. A Lei N° 9.718/98 gerencia e introduz todos os tramites dessa arrecadação.

Por ela está designado que toda companhia que lucra mais de R$ 78 milhões brutos, anuais, deve seguir esse regime.

Já algumas atividades já são introduzidas diretamente para as alíquotas do lucro real, entre elas estão:

  • – Cooperativas de crédito;
  • – Arrendamento de mercado mercantil;
  • – Seguradores de previdência de capital aberto;
  • – Rendimentos vindos do exterior;
  • – Financeira imobiliárias;
  • – Credoras imobiliárias.

As demais simplesmente optam pela tributação como uma estratégia de pagar menos impostos e seguem as indicações de seus contadores.

Esses profissionais concordam que pode haver uma excelente vantagem em escolher esse tipo de cálculo tributário.

tabela impostos lucro real

Aprenda A Contabilidade Passo A Passo

É preciso estar atento às normas do Lucro Real e saber que é o mais rígido sistema de tributação para empresas.

Sua documentação e contabilidade, exigem maior rigidez e um alto nível de entendimento. Ele vai muito além do pagamento das taxas estipuladas pelo Governo.

O primeiro passo para manter-se dentro do regime é estar com a escrituração em dia, assim todas as atividades, lucros, demandas e outros dados ficam em uma posição transparente. Isso serve para toda a arrecadação nacional e internacional.

Para manter as informações gerenciadas é necessário seguir um padrão e possuir os livros contábeis. Esses são os responsáveis pelos registros de entrada, registros contábeis, apuração do lucro real, inventário, razão e diário.

Eles são parte crucial do trabalho dos contadores e gerentes financeiros. Além de serem indispensáveis para a consulta do Governo e das leis do lucro real. Qualquer incompatibilidade de dados pode gerar multas, essas variam de acordo com o lucro líquido.

Os valores das multas podem ir de 0,25% a 3% do lucro, além disso, a empresa passa por um processo de revisão dos anos anteriores, uma espécie de malha fina.

Assim que o problema é identificado a mesma deve prestar contas e provar a legitimidade.

As Vantagens Do Lucro Real

Optar pelo Lucro Real pode gerar uma série de vantagens para as companhias, esse fato é facilmente comprovado pelos profissionais em contabilidade.

Mas é muito importante contar com uma opinião experiente antes de apostar nessa modalidade de imposto. Uma das principais promessas da tributação é reduzir o valor dos gastos com as taxas estipuladas pelo Governo.

No entanto, ela ainda oferece uma série de benefícios, como a compensação de prejuízos fiscais.

O Lucro Real é a maneira mais justa de cobrança de impostos, pois não possui alíquotas muito altas e utiliza o lucro líquido como base para o seu cálculo. Ele também utiliza os créditos do PIS e do COFINS.

A opção pelo período de apuração é uma das vantagens de aderir a modalidade, ela pode ocorrer trimestralmente ou anualmente, atendendo todas as necessidades de uma empresa e seu setor contábil. Essa decisão fica a cargo da companhia.

Caso a instituição sofra com algum prejuízo fiscal, o período de apuração e o valor gerado pode ser abonado, pois não é obrigatória a contribuição.

Obviamente não existem apenas bônus para as empresas que optam pela tributação, ela também implica em um maior rigor.

As regras tributárias são muito mais rígidas e o valor do PIS e do COFINS são elevados. Existem alguns poucos seguimentos que sofrem negativamente com essa escolha.

Por essas e outras o Lucro Real é bem-vindo e deve ser uma opção positiva para os empresários.

Entenda a diferença entre as tributações para empresas e saiba as vantagens do lucro real: